Quem defende o fim da estabilidade está desinformado ou mal-intencionado


A estabilidade do servidor publico foi uma conquista da sociedade brasileira, materializada na Constituição Federal de 1988 que, como tantas outras, está agora sob risco.

Dentre os ataques que o instituto da estabilidade sofre, é possivel identificarmos interesses mais escussos, além de muita desinformação. Aqueles que detêm poder econômico e político e atacam a estabilidade são, na verdade, interessados diretos no desmantelamento da infraestrutura de Estado que dá combate a esquemas de corrupção, onde a intenção é o desvio de recursos públicos, via sonegação fiscal e outros crimes.

Confira integralmente em: Quem defende o fim da estabilidade está desinformado ou mal-intencionado

Nota Ascom Sindifisco-RS: O acesso à matéria pode exigir assinatura pessoal.


Clique no play para ouvir a programação

@ Siga no Instagram